Aneurose fala de difamação em clipe da faixa Coolzão

A banda Aneurose (Crédito: Rafa Ela Fotografia)

O quinteto mineiro Aneurose lança nesta quinta-feira (25) videoclipe para a música ‘Coolzão’, faixa que fecha seu mais recente trabalho ‘Made in Rage’ apresentado em abril de 2021. 

Assista Coolzão (link)

Ouça Coolzão (link)

Spotify: https://bit.ly/spotify-coolzao

Deezer: https://bit.ly/deezer-coolzao


A composição, que gira em torno de assuntos como difamação e falsidade, foi apresentada aos fãs com ação na rede social que esquentou a curiosidade. Uma briga fake foi publicada nas páginas do grupo e mostrava “uma conversa vazada” de alguém que se dizia amigo, mas, por trás, falava mal da banda. A campanha rendeu apoio e atenção do público que participou interagindo e comentando sobre o assunto até a banda revelar a intenção da publicação. 

“O clipe de Coolzão foi todo gravado com nossos celulares, que é uma forma de colocar toda a galera para dentro das cenas com a gente e também estimular todo mundo ao ‘faça você mesmo’”, explica o vocalista Wall Almeida.

Aneurose que é Wall Almeida (vocal), Sávio Chaves e Raphael Wagner (guitarras), Sthéfano Dias (baixo) e Kiko Ciociola (bateria) concentra na discografia os álbuns ‘From Hell’ (2013) e ‘Juggernaut’ (2016). Na estrada de desde 2002 e nascida em Minas Gerais, na cidade de Lavras, participou de tributos da gravadora inglesa Secret Service com versões para AC/DC e Black Sabbath e também de uma coletânea ao Sepultura com uma versão de ‘Sepulnation’.

Ouça também o álbum Made in Rage

Siga Aneurose
www.aneurose.com.br

www.facebook.com/aneurose

www.youtube.com/aneurosetv

www.instagram.com/aneurose

Mostrando A Consequência | Entrevista Com A Banda Mineira Aneurose

No berço brasileiro do metal encontramos bandas fizeram e fazem história. Esse é o caso a Aneurose, que está ativa desde 2002 fazendo um thrash metal com muita identidade e peso. Conversamos com o vocalista Wall Almeida que trouxe uma perspectiva mais ampla sobre a banda.

Fale um pouco sobre o início do Aneurose.

Wall Almeida: Quando começamos lá em 2002 a gente só queria tocar, beber e se divertir. Naquela época não pensávamos em ter a banda que nos tornamos hoje. A partir de 2011 quando resolvemos retornar de uma pausa nas atividades com nova formação, buscamos profissionalizar a banda o máximo que podíamos e foi aí que tudo passou a dar mais certo. É muito gratificante olhar para trás e ver tudo que conquistamos, mas é pouco perto do nosso objetivo.

Como foi gravar o “Made in Rage” em meio a pandemia?

Wall Almeida: Na verdade a maior parte das gravações do “Made in Rage” foi finalizada em fevereiro de 2019. Estávamos com material pronto quando a pandemia estourou, causando uma incerteza muito grande em todo o mundo, e por isso resolvemos esperar para lançar o disco. Durante a pandemia escrevemos a música “Ruptura”, essa nós fizemos todo o processo em home office, gravamos em nossas casas e mandamos para nosso produtor Celo Oliveira. Assim, consideramos o disco completo e resolvemos lançar nesse ano.

O clipe da música “Ruptura” tem sido muito elogiado pela galera da mídia independente. Por que a escolha da música?

Wall Almeida: Nossa ideia é fazer clipe para muitas faixas do novo disco. Ruptura retrata o momento atual que estamos vivendo, e por isso foi uma escolha óbvia para nós lançar o primeiro vídeo com essa música.

Ainda sobre a música “Ruptura”, a letra tem um teor bem crítico aos tempos difíceis que vivemos que se aprofundam com a desinformação. Falem um pouco sobre esse som.

Wall Almeida: Essa música é uma das minhas favoritas de toda nossa discografia. Eu estava em casa entediado, tomando umas cachaças e tocando violão e tive a ideia da música e liguei para o Raphael Wagner pra gente compor. Depois disso trabalhamos junto com toda a banda e escrevemos a letra. Espero que a mensagem dessa canção possa abrir os olhos das pessoas quanto à gravidade dessa pandemia.

Com a impossibilidade de shows, as redes sociais tem sido uma forma de aproximar bandas e público. Vemos que vocês são bastante ativos nos canais da banda, sempre interagindo com a galera. Como tem sido para vocês ficar sem o presencial e ficar só com o virtual?

Wall Almeida: As Redes Sociais são hoje nossas maiores aliadas, então com certeza precisamos utilizar ela a nosso favor, mas nada substitui o presencial né? Essa é nossa forma favorita de interagir com o público, tocando, fazendo mosh e trocando ideias. Não vemos a hora disso tudo acabar para voltar para estrada.

Vimos que o “Made in Rage” saiu em material físico. Qual é a importância do CD na era do streaming?

Wall Almeida: Eu particularmente adoro material físico, mas sei que boa parte da galera prefere o streaming. Como já disse certa vez Marcelo Pompeu, “-antes fazíamos shows para vender discos, hoje gravamos discos para vender shows”. O material físico realmente é um cartão de visitas importante, mas nós valorizamos muito os fãs que colecionam nossos discos, então não podíamos deixa-los na mão.

Quais são os planos da banda para o pós pandemia?

Wall Almeida: Se tudo correr bem com a vacinação e imunização da população pode ter queremos pegar a estrada, tocar em todas as regiões do Brasil e quem sabe pela América Latina. Podem esperar também uma edição especial do Aneurose Festival, esperamos fazer um 2022 inesquecível.

Pra esse ano, ainda teremos lançamentos? Teremos novidades?

Wall Almeida: Com certeza! Como disse, em breve lançaremos novos clipes e muito mais! Podem aguardar.

Muito obrigado pela atenção e parabéns pelo trabalho. Esse espaço é de vocês, deixem um recado e os links para contato.

Wall Almeida: Em 2021 não teremos a volta de shows, eventos, e isso é muito prejudicial não só para nós músicos como para todos envolvidos diretamente na indústria de eventos. Porém somos otimistas e acreditamos que temos que fazer nossa parte, estamos trabalhando para gerar conteúdo que dê suporte e alivie as pressões da quarentena e distanciamento social da galera, queremos que nossa música seja uma válvula de escape, e que ajude o pessoal a ficar em casa. Se cada cidadão fizer sua parte as coisas tendem a melhorar. Espero e desejo do fundo do coração que a gente passe logo por essa fase terrível e que seja rápido. Usar máscara, higienizar as mãos, fazer o distanciamento social e se vacinar é o dever de todos que querem ter suas vidas “normais” de volta.

Muito obrigado a você pelo espaço e parabéns pelo seu trabalho, é de extrema importância para nossa cena. Agradeço a todos que sempre nos apoiam e motivam a gente a continuar nessa luta. Rock on!

Links:

Vídeos oficiais:

Ruptura: Aneurose – Ruptura [OFFICIAL MUSIC VIDEO] – YouTube

Deathly, Cold, Chill: https://youtu.be/qKE33FuTngY

Drunk as Skunk: https://www.youtube.com/watch?v=At_lWKlI_uc

Butcher: https://www.youtube.com/watch?v=RLqn4TiPkdc

Hunting Knife: https://www.youtube.com/watch?v=-_CViwA8CXM

Discografia disponível para audição no Spotify, Deezer e demais plataformas de streamings:

Made in Rage (2021)

Juggernaut (2016)

From Hell (2013)

Páginas oficiais:

http://www.aneurose.com.br

Facebook: www.facebook.com/aneurose

Youtube: www.youtube.com/aneurosetv

Instagram: @aneurose