DIOKANE “This is Hell We Shall Believe”

Ficamos muito empolgados quando conhecemos bandas que nos surpreendem desde o primeiro EP. Esse é o caso da banda de hardcore Diokane. Natural de Porto Algre/RS desde 2016, conta com um time experiente e com todo o gás para levar o som a frente. Aqueles que curtem bandas como Cursed, devem adquirir o CD físico de “This is Hell We Shall Believe”. A formação atual é: Duduh Rutkowski (baixo), Gabriel ‘Kverna’ Mota (bateria), Homero Pivotto Jr. (voz) e Rafael Giovanoli (guitarra).

O trabalho da Deus Cão conta com cinco sons e uma intro, é um EP bem rápido, com pouco mais de 11 minutos, mas que causa impacto e faz você querer ouvir novamente. Conta com influências variadas, o que é comum a bandas de hardcore do estilo, que acabam se definindo por essa variedade que vai do metal ao punk, assim como a citada Cursed. Apesar do som enérgico, as letras possuem um niilismo. A desesperança causada pela falta de tempo, opressões no trabalho, descontentamentos sociais estão representados nas letras.

O EP começa com “Intro (EvilSounds to Make You Shake” abre os caminhos para “The Light That Makes Us Blind”, um som muito bem trabalhado, criativo, que conta com riffs que ora trazem o death metal ao hardcore, ora o inverso. Com um baixo brilhando, “Desacreditado” é o único som em português. Apesar da banda ter o inglês como base, acredito que a nossa língua natal seria a ideal para a banda passar a mensagem de forma clara. As métricas estão precisas e o vocal raivoso só ganhou com isso. “Under the influencer” é o som mais hardcore da banda, enquanto a “Born with a curse” retoma algumas palhetadas mais do metal. Por fim, temos “Days of Summer”, que a banda explicou em uma entrevista que trata-se de uma referência a quando o governo do estado do Rio Grande do Sul discutia a venda de estatais e parte da população foi às ruas protestar contra essa possibilidade. O clima pegou fogo, com a polícia reprimindo as manifestações. Aquele lance do calor da hora, que deixa o sangue fervendo e um torpor no ar.

O material saiu em CD prensado e capa de envelope pelos selos Helena Discos, Brado Discos, Two Beers or Not Two Beers e Poeira Maldita. Gravado, mixado e masterizado no (recorded, mixed and mastered at) TungStudio (Porto Alegre).  Produzido por (produced by) Stenio Zanona/Diokane. Arte da capa (artwork): Rafael Giovanoli. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s